Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Página Inicial

XIV EDIÇÃO DO BENCHMARKING BRASIL DESTACA TRABALHO DO CONTADOR DE CAUSOS, CANTOR E ATOR ROLANDO BOLDRIN

Inovações, preservação ambiental, desenvolvimento sustentável. Esses temas foram abordados, no dia 30 de junho, no Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), durante o XIV Benchmarking Brasil. A premiação de sustentabilidade seleciona projetos de empresas ranqueadas com as melhores práticas socioambientais do país. O prêmio reúne ambientalistas, ativistas, cientistas, empreendedores e lideranças que trazem inovações na área, soluções e práticas que transformam realidades. Foram premiados mais de 20 cases de sustentabilidade, projetos e aplicativos de inovações verdes. Para a desembargadora federal Consuelo Yoshida, que já foi a presidente da Comissão de Gestão Ambiental do TRF3, o evento reforça a imagem do tribunal como incentivador da cidadania e da educação ambiental. “No TRF3, houve a semana do Meio Ambiente e teremos também a Virada Sustentável, destacando a importância do tema”. Já a ambientalista e idealizadora do programa Benchmarking Brasil, Marilena Lavorato, ressaltou que o espaço do tribunal para sediar o evento é representativo por ser uma casa da cidadania. “O papel do TRF3 nesse evento é fundamental. Primeiro por se um órgão público importantíssimo dentro desse contexto da sustentabilidade, que é um tema de interesse difuso e, segundo, pela estrutura que a gente tem aqui para receber esses profissionais do Brasil todo, que passam esses dois dias aqui debatendo e mostrando suas boas práticas”, elogiou. Personagem homenageado A XIV edição reconheceu a trajetória do ator, apresentador e músico Rolando Boldrin. Contador de causos e representante da música caipira de raiz, o homenageado trata do tema ambiental, da zona rural, das canções populares em seu programa “Sr. Brasil”, na TV Cultura. O cenário do programa recebeu o selo de sustentabilidade por utilizar artesanato, objetos 100% naturais, sem agredir ao meio-ambiente. A esposa de Boldrin, Patricia Maia Boldrin, falou sobre a homenagem: “Tudo isso é pelo trabalho que o Rolando já vem desenvolvendo há muito tempo em preservar nossa cultura, cultura verdadeiramente brasileira, que é um aspecto fundamental na sustentabilidade, se a gente olhar de forma mais ampla, incluindo a cultura, questões sociais e ambientais”. Práticas vencedoras O evento elencou 20 empresas que apresentaram práticas inovadoras. O primeiro colocado do ranking foi a Itaipu Binacional com o programa “Biopersidade Nosso Patrimônio”. O representante da empresa, Edson Zanlorenzi, falou sobre o trabalho desenvolvido: “O programa tem como foco a conservação da biopersidade, da fauna e da flora. Existe desde a década de 80 e desde então a Itaipu vem executando ações de reflorestamento, produção de mudas, conservação e reprodução da fauna entre outros”, explicou. A Ceagesp foi premiada em segundo lugar com o projeto “Reduzindo o Desperdício”. O secretário executivo da presidência da autarquia, Diego Conti, explicou sobre trabalho do Banco de Alimentos, desenvolvido no projeto: “Os alimentos que não são mais comercializados, por terem manchas, ou estarem muito maduros, são destinados ao banco e passam por uma triagem para então serem enviados a mais de 215 entidades assistenciais. Foram mais de 12 mil toneladas de alimentos doados desde a existência do banco”, relatou. Outra inciativa vencedora envolveu cerca de mil famílias da cidade de Juazeiro, na Bahia. Com o projeto “Geração de Renda e Energia”, a Caixa Econômica Federal trabalhou com pessoas que moram em casas financiadas pelo programa Minha Casa, Minha Vida: “É um projeto que testou um modelo de geração de renda e energia para dois empreendimentos. Toda a renda gerada pela usina solar implantada pelos próprios moradores, que foram capacitados para isso, é distribuída e promove melhorias na comunidade.”, explicou Mara Luísa Mota, gerente executiva de Sustentabilidade e Responsabilidade Socioambiental da Caixa Econômica Federal. Mais prêmios O evento ainda destacou o trabalho de alunos de escolas técnicas profissionalizantes e estudantes do curso de tecnologia da informação e universitários que fizeram aplicativos sobre lixo ambiental e no meio agrícola. Outro destaque também coube a artistas e artesãos que trabalharam com arte sustentável. A lista de todos os homenageados e premiados pode ser vista na página do Benchmarking Brasil. A XIV edição do Programa Benchmarking Brasil conta com o apoio institucional do TRF3, do IAPMEI (Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação), de Portugal e de persos portais especializados em sustentabilidade, com apoio de pulgação; e também mantém parceria com as escolas profissionalizantes Centro Paula Souza, IFSP e Senai-SP, e com as universidades Anhembi Morumbi, Uninove e Mackenzie nas modalidades Benchmarking Junior e Hackathon MAIS, respectivamente. Fotos: ACOM/TRF3 1 - Marilena Lavorato, Patricia Maia Boldrin, Rolando Boldrin e Consuelo Yoshida 2 - O homenageado da noite 3 - Desembargadora federal Consuelo Yoshida 4 - Edson Zanlorenzi recebe o prêmio pela Itaipu Binacional 5 - Marilena Lavorato 6 - Patricia Maia Boldrin 7 - Público no evento 8 e 9 - Prêmios entregues na cerimônia Assessoria de Comunicação Social do TRF3
01/07/2016 (00:00)
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.